quarta-feira, 23 de março de 2011

ALIMENTAÇÃO VIVA

Alimentação Viva
Por Alessandro Luiz Freire
 
Nos tempos mais remotos, as mais antigas civilizações, como por exemplo a dos Essênios, Africanos, dentre outras, não havia o uso do fogo, ou seja, eles não faziam o uso do fogo, não cozinhavam seus alimentos.
Estas civilizações ficaram conhecidas e são admiradas por causa da longevidade - a maioria deles viviam mais de 150 anos!
Outro fato interessante é que, estas pessoas, além de serem longevas, gozavam de uma saúde, vitalidade, disposição e aspecto jovial incomparáveis e, quando chegava a hora de seu desencarne (morte física), esta se dava naturalmente e não com sofrimento ou por doença (como ocorre comumente nos dias atuais).
 
Hoje esta alimentação é conhecida como "Alimentação Viva", "Alimentação biogênica" (que proporciona vitalidade, ou literalmente "que gera vida"), Alimentação Crudívora, "Raw food", e está sendo muito difundida principalmente nos EUA, em alguns países europeus (principalmente França) e algumas cidades Brasileiras como Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba e Florianópolis.
 
Os princípios são bem simples - nada é cozido - os alimentos até podem ser amornados, ou seja, aquecidos, mas sempre respeitando-se baixas temperaturas (nunca acima de 40 graus - alguns crudivoristas recomendam não ultrapassar a temperatura do corpo - 36 graus), e em panelas de barro (para que o aquecimento seja gradual), pois, o cozimento, o calor acima desta temperatura destrói as enzimas presentes nos alimentos e estas são essenciais para nosso organismo, desempenham inúmeras funções vitais.
Outro fato importante é que o cozimento destróe também as vitaminas.
 
Hoje em dia vemos muitas pessoas que estão constantemente doentes, sofrendo cada vez mais, visitando cada vez mais médicos, nutricionistas e tomando cada vez mais medicamentos.
Se formos analisar a dieta destas pessoas, constataremos que, em sua maioria constitui-se de alimentos industrializados (enlatados, pizzas, lazanhas, bolos, chocolates, doces, etc), chamados de "biocidas" (que destróem a vida - na classe dos alimentos), e vegetais cozidos, destituídos de vitaminas.
 
Outro fato importante é o uso dos chamados "agrotóxicos" (venenos), fertilizantes químicos e outras substâncias (em sua maioria carcinogênica, ou seja, que causam câncer), nas plantações, nos alimentos, daí a recomendação do consumo de produtos, alimentos que sejam cultivados sem venenos, ou seja, ORGÂNICOS - devidamente certificados.
 
Nós, brasileiros, apesar de sermos bombardeados pelas empresas de transgenia (transgênicos - organismos geneticamente modificados "OGM", que são causadores de graves distúrbios de saúde - comprovado cientificamente*), como a Monsanto, Bunge (dentre outras), e pelo cultivo convencional, com agrotóxicos (venenos) - sendo o Brasil um dos países que aplica a maior quantidade destes venenos no mundo, temos a bênção de possuirmos um grande território e variedade climática, e hoje, com a internet e a globalização, temos acesso a estas informações e aos produtos orgânicos, que estão se popularizando cada vez mais.
 
Tenho a esperança de que, um dia, em breve, muito breve, todas as pessoas possam desfrutar destes produtos e praticar a alimentação viva, biogênica e consumir alimentos orgânicos e serem mais saudáveis e felizes!...
 
*Recomendo o livro "Roleta Genética", de Jeffrey Smith (Editora João de Barro) e o DVD "O Mundo segundo a Monsanto", Marie-Monique Robin.

Alessandro Luiz Freire
É Fitoaromatólogo, Permacultor, Consultor e "Raw Personal Diet" (ensina a alimentação viva através de cursos e/ou consultorias particulares).
Maiores informações:
www.equipeharmonica.com.br
Contatos: (48) 32373714 / 99929818

Marcadores: , , ,

1 Comentários:

Às 23 de março de 2011 18:36 , Blogger ALEHARMONICA disse...

Aos que tiverem interesse nesta oficina, em aprender sobre alimentação biogênica (literalmente, que gera vida), alimentação viva ("raw food"), também ministro cursos particulares (para clínicas, SPAs, RESORTS, Espaços Terapêuticos, etc...), em todo o Brasil e exterior e será um grande prazer realiza-lo onde quer que seja, independente do nível social dos interessados e da formação que possuem - porém, para acadêmicos (universidades, faculdades, escolas técnicas, etc...), tenho um curso com bases, informações mais técnicas, científicas.

Para maiores informações: www.equipeharmonica.com.br Há um link "PROFISSIONAIS", no qual consta meu currículo com referências de alguns cursos, palestras, workshops, etc..., que realizei/participei.
Meus contatos são: (48) 32373714 ou 99929818 - com hora marcada. Ou atendo pelo email: aleharmonica8@yahoo.com.br
Att.,
Alessandro Luiz Freire

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial